Seguro Residencial: setor de seguros registra aumento na procura por apólices para casas de veraneio

Nos últimos dois anos, novos hábitos foram adquiridos em decorrência da pandemia do Covid-19, fazendo com que diversos setores do mercado tivessem que se adaptar às mudanças do consumidor.  

Com o home office, o setor de seguro residencial teve um crescimento surpreendente em relação ao seguro para casas de veraneio. Somente no primeiro semestre de 2021, o número de novas apólices obteve um aumento de 78% para casas de veraneio, informam os registros da Allianz em comparação com o mesmo semestre de 2020. 

Outras seguradoras como a Porto Seguro e a 3SEG também registraram um aumento significativo na procura por essas apólices. Marcelo Tornero, Gerente de Ramos Elementares da Porto Seguro, relacionou esse aumento ao grande número de proprietários que passaram a alugar seus imóveis por temporada.  

Nos registros realizados ainda pela empresa Allianz, o Rio de Janeiro teve um crescimento de 200%, tornando-se o estado que obteve o maior crescimento, seguido por Ceará, que teve um volume redobrado, Santa Catarina (83%) e Paraná (82%). Para Ana Freitas, Superintendente de Massificados da Allianz, a demanda deverá seguir em alta, estimulada pelo fortalecimento da tendência do modelo híbrido de trabalho. 

Segundo o setor de seguros, a previsão é que essa tendência continue crescendo no pós- pandemia. A corretora 3SEG também acredita que com o avanço do modelo híbrido de trabalho entre os empresários, isso manterá essa tendência aquecida para 2022.  

 

Fonte: Sindsegsp