Dia Mundial de Lavar as Mãos – Como fazer a higienização correta

No dia 15 de outubro, é comemorado o dia Dia Mundial de Lavar as Mãos. Conhecido também como o Global Hand Washing Day, desde de 2008, por uma iniciativa público-privada, o objetivo dessa campanha é conscientizar a população sobre a importância de lavar as mãos

 

Em tempos de pandemia, propagandas são constantemente veiculadas para mostrar como esse simples ato pode nos proteger, mas é fundamental manter essa rotina sempre. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), lavar as mãos pode eliminar em até 40% vírus e bactérias que causam doenças, como a conjuntivite, dor de garganta, infecção estomacal, H1N1 e o coronavírus.  

Mas você já parou pra pensar se está lavando suas mãos corretamente

Antes de tudo, ressaltamos que lavar as mãos 24 horas por dia pode ser prejudicial, pois algumas bactérias são comuns e importantes para manter a nossa saúde. Mantenha sempre suas mãos limpas, especialmente antes de ingerir alimentos e depois de usar o banheiro.

 

Agora, vamos te ajudar na higienização correta de suas mãos:

  • Em água corrente, molhe as mãos e o pulso;
  • Aplique o sabonete em toda a extensão das mãos e pulsos molhados;
  • Esfregue todas as partes que inclui as costas das mãos, entre os dedos, as unhas e o punho;
  • Enxágue na água corrente;
  • Para secagem você pode utilizar sua toalha individual, um pano limpo ou toalha descartável.

Após a lavagem, utilizar o álcool gel 70% irá te garantir ainda mais proteção.

 

Além disso, evitar tocar o rosto com as mãos sujas, evitar contato físico e compartilhamento de objetos em caso de algum sintoma de doenças virais, e cobrir boca e nariz ao espirrar de preferência usando lenço ou cotovelo, continuam sendo fundamentais no nosso dia a dia. Mesmo que você tenha tomado todas as doses contra o Covid-19, ainda é necessário tomar todas essas medidas de proteção e higienização, sem esquecer do uso de máscaras.    

Proteja-se e colabore com o bem-estar de todos. Estamos juntos nessa! 

 

Fontes: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/10/15/mais-do-que-nunca-dia-mundial-chama-atencao-para-importancia-de-lavar-maos.htm

https://butantan.gov.br/noticias/no-dia-mundial-da-lavagem-das-maos-medico-relembra-o-passo-a-passo-da-higienizacao-adequada-que-pode-reduzir-em-40-a-chance-de-pegar-doencas

Conheça 10 motivos para você contratar um Seguro de Vida

A maioria das pessoas acredita que o Seguro de Vida beneficia o segurado somente em casos de morte. Mas, na verdade, essa é apenas uma das razões para se contratar uma apólice.  

 

Com o Seguro de Vida, você tem mais tranquilidade e suporte para lidar com diversos imprevistos que podem vir acontecer ao longo da vida. Estamos diariamente expostos a acidentes e contratempos nos quais não desejamos enfrentar. Atualmente, existem coberturas que oferecem proteção à vida do segurado em situações de doenças graves ou invalidez, onde o valor do benefício será disponibilizado para cobrir as despesas médicas, tratamento da doença ou utilizar da forma que o cliente achar melhor. O propósito é diminuir grandes impactos na sua vida e a dos seus familiares.

 

Conheça quais são essas outras vantagens que você poderá utilizar ao contratar uma apólice:

 

  • Proteção financeira de seus dependentes em caso de falecimento;
  • Garantia da sua proteção financeira em caso de doenças/enfermidades;
  • Diversificação dos seus investimentos;
  • Realização de um planejamento sucessório;
  • Manter o seu padrão de vida caso algo inesperado ocorra;
  • Proteção dos custos da educação dos meus filhos;
  • Preparação para sua aposentadoria;
  • Substituição de uma renda perdida;
  • Mais tranquilidade em situações difíceis;
  • Cobertura de custos com enterro ou funeral.

Segundo uma pesquisa solicitada pela Prudential do Brasil, realizada em Pernambuco pelo IPEC– Inteligência em Pesquisa e Consultoria, esses são os principais motivos citados pelas quais as pessoas têm um seguro de vida. Foram ouvidos 600 homens e mulheres de 25 a 65 anos de idade entre maio e junho de 2021. 

Em comparação com os Estados Unidos, em que o número de pessoas que contrataram uma apólice subiu para 70%, no Brasil, cerca de 15% da população contratou uma cobertura, enquanto no Japão e na Coreia do Sul esse índice passa de 90%.

No entanto, o segmento de seguros pessoais vem crescendo cada vez mais no território nacional.

Em 2020, seu crescimento superou o de seguros de automóveis pelo segundo ano consecutivo. No mesmo ano, os resultados dos produtos para pessoas chegaram a R$ 45,4 bilhões, e as vendas de seguros de automóveis ficaram em R$ 35,3 bilhões. Uma mudança surpreendente, visto que os seguros de carros são os que têm a maior participação no mercado brasileiro. Ainda em 2020, o crescimento dos seguros de pessoas atingiu 4,9%. 

Alguns dos motivos que levam a esse cenário são a estabilidade da economia, que, mesmo estando em crise, continua mais estável do que em décadas anteriores, e a garantia de bem-estar e proteção diante da pandemia do Covid-19 que tem assustado o mundo todo.

Fonte: https://www.revistaapolice.com.br/2021/09/10-razoes-para-contratar-um-seguro-de-vida/

Por que o Seguro de Vida Empresarial é tão importante para seus colaboradores?

Com o início da pandemia do Covid-19, desde o ano passado, grandes empresas têm enfrentado novos desafios, principalmente em relação ao bem-estar e à segurança da sua equipe. O seguro de vida é um dos benefícios mais utilizados quando se pensa no cuidado com os colaboradores.

Tanto as empresas quanto os funcionários têm compreendido o quanto é fundamental adquirir um seguro de vida que lhe proporcione mais tranquilidade. Diante disso, é possível prever um aumento significativo no mercado brasileiro para esse setor. É importante ressaltar que as organizações precisam reavaliar as vantagens oferecidas, para que sejam usadas ainda em vida.

 

Os benefícios do seguro de vida empresarial

Listamos para você algumas garantias ao obter o seguro de vida empresarial. Veja abaixo!

 

Valores flexíveis 

Independente do salário ou cargo do segurado, é possível solicitar os benefícios de acordo com suas carências e as necessidades da empresa. Atualmente, algumas apólices têm disponibilizado vantagens que possam ser utilizadas em vida, como por exemplo: cesta natalidade, cobrimento de despesas domésticas, recolocação profissional, entre outros.

 

Proteção do segurado

Em casos de acidente ou morte natural, a proteção financeira é uma das garantias mais conhecidas, no entanto, em possíveis afastamentos, algumas coberturas oferecem o pagamento de diárias, como remuneração e apoio financeiro para despesas em questões de algum tratamento médico

 

Segurança da família

Em casos onde ocorram algum evento infortúnio ou inesperado com o segurado, o seguro de vida é uma forma de apoiar financeiramente seus familiares.

 

Dedução no imposto de renda

Empresas nas quais trabalham no regime tributário de Lucro Real e que oferecem seguro de vida a sua equipe têm o benefício da dedução no imposto de renda.

 

Além de todas essas vantagens, a sua equipe se sentirá mais protegida e acolhida, causando mais confiança na rotina, o que também traz um melhor posicionamento da sua empresa no mercado. 

 

Fontes: https://www.revistaapolice.com.br/2021/08/entenda-os-principais-beneficios-do-seguro-de-vida-empresarial/

Dia Mundial Sem Carro: mais saúde e menos poluição

Em 22 de setembro, no mundo todo é comemorado o Dia Mundial Sem Carro. Essa ação tem como objetivo conscientizar a população a respeito da poluição do meio ambiente

 

Como surgiu essa iniciativa

A primeira celebração ocorreu no ano de 1997, na França, onde um grupo de ativistas franceses se reuniram em uma pedalada na busca da conscientização do uso excessivo de automóveis pela cidade, responsável por ocasionar danos ao ecossistema. Nos anos 2000, vários países já haviam aderido às comemorações, e no Brasil não foi diferente, aos poucos todas as cidades foram aderindo ao movimento. Hoje em dia, grandes eventos são organizados pelas prefeituras gratuitamente, proporcionando passeios, palestras e dicas de alternativas para a mobilidade

 

Os danos causados pelo excesso de carros nas ruas

O Dia Mundial Sem Carro não é apenas em relação aos danos gerados ao meio ambiente. O gás carbônico (CO2) que é produzido pela queima de combustível, além de ser um dos poluentes mais nocivos para a camada de ozônio, também é responsável por causar problemas respiratórios à população, devido a sua enorme produção em massa, deixando o ar poluído. Existem outros fatores que causam uma desordem no dia a dia, como grandes engarrafamentos, acidentes que atrasam o trânsito e as buzinas que causam verdadeiras dores de cabeça. 

 

Os meios alternativos  

Um dos meios mais utilizados entre a população é a bicicleta, além de garantir menos danos ao meio ambiente, o ciclista adquire uma vida mais saudável. Com o  aumento do uso das bikes como meio de locomoção, os órgãos públicos construíram mais ciclovias e ciclofaixas, e as leis que regem os direitos e proteção aos usuários têm se tornado mais rigorosas. 

Apesar dessas vantagens, os carros continuam sendo predominantes, por isso essa data nos ajuda a lembrar e conscientizar sobre a sua importância. Sempre que for possível utilizar o meio de transporte público de sua cidade, ou até mesmo pegar carona com amigos de trabalho ou familiares, já mudaria bastante nas ações contra a poluição do nosso planeta

 

Fontes: https://idec.org.br/dicas-e-direitos/dia-mundial-sem-carro-aderir-data-faz-bem-pra-voce-e-pra-sua-cidade

https://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-mundial-sem-carro.htm

https://summitmobilidade.estadao.com.br/ir-e-vir-no-mundo/como-nasceu-o-dia-mundial-sem-carro/

Mesmo após a pandemia, setor de seguros mantém bons resultados

De janeiro a julho deste ano, o crescimento do setor de seguros chegou a R$ 19,8%. Esses dados do primeiro semestre têm mostrado uma recuperação firme no ramo. 

Nesse período, foram arrecadados um valor de R$ 145,1 bilhões, chegando a ultrapassar o segundo semestre no ano de 2019, no qual se obteve valores de R$ 144,7 bilhões antes da pandemia. 

Alguns setores se mantiveram em destaque, entre eles os segmentos de cobertura de pessoas, que inclui vida e previdência, seu crescimento foi 23,7%, seguido pelos segmentos de danos e responsabilidades (15,4%) e títulos de capitalização (8,4).  Confira a tabela abaixo com outros segmentos que alcançaram ótimos resultados. 

 

Dados de Janeiro a Junho de 2021. 

Segmento Patrimonial20,7%
Seguro Residencial19,1%
Seguro Habitacional 12,5%
Seguro Rural+37,9%
Seguro de Responsabilidade Civil37,4%
Seguros de Transporte 34,1%

fonte dos dados: CNseg

 

Desafios e Expectativas 

 

Em comparação ao ano de 2019, que se encerrou com o valor de 13,1%,  o que se espera do ano de 2021 é que esses resultados continuem a crescer ou estacione. Apesar dessa hipótese, a expectativa é que o ano seja fechado com o crescimento de 12,5%.

Em entrevista à Agência Brasil, Marcio Coriolano, presidente da CNSeg, acredita que em decorrência dos últimos três meses apresentarem taxas anualizadas chegando a quase dois dígitos ou até mesmo superando-o, a tendência é de aumento. E mesmo trazendo consequências significativas para a população que está comprando mais seguros do que qualquer outro serviços, o desempenho de 2021 ainda vai depender de muitos outros fatores como a vacinação de todos os habitantes, do comportamento da inflação, que já acumula alta de 8,4% em 12 meses, e do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país).

Com o segmento de danos e responsabilidade em destaque, a espera é que o mesmo continue liderando, com relevância no seguro rural, residencial e voltado para empresas. Em relação aos seguros para pessoas, reforçamos a atenção para os seguros VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) e PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), nos quais seriam seguro de pessoa e seguro de previdência.

Acredita-se que, com o aumento da taxa de juros básica Selic, seja possível ter uma competição adicional a esses seguros. Aos títulos de capitalização, avaliasse que haja uma recuperação, porém seus resultados possivelmente não cheguem a alcançar níveis iguais aos de outros anos, em questão de competição de outros ativos. Isso irá depender muito da vontade do consumidor.

 

Fonte: https://cnseg.org.br/noticias/setor-de-seguros-mantem-recuperacao-consistente-no-semestre.html

Setembro Amarelo e a importância de cuidar da saúde mental

Atualmente, setembro ficou conhecido como setembro amarelo, pois o dia 10/09 é o Dia Mundial de Prevenção Contra o Suicídio. Durante todo o mês, grandes instituições, profissionais e meios de comunicação dedicam-se a levar informações e conscientização à população através de diversas campanhas. Neste ano, após o início da pandemia do covid19, essas ações ganharam mais reforços. 

 

Comunicar sobre como cuidar da sua saúde mental para pessoas que não necessariamente são diagnosticadas com algum tipo de transtorno psíquico também é fundamental. As consequências da pandemia e o isolamento social têm causado momentos suscetíveis para que as pessoas se sintam mais ansiosas e estressadas em decorrência das mudanças drásticas na rotina.  

 

Quando entendemos que cuidar da nossa mente é também cuidar do nosso corpo, é muito importante adquirir práticas diárias para poder evitar sensações de cansaço mental, desânimo e indisposição e prevenir que essas emoções se tornem mais graves e intensas. Ressaltamos que sentir tristeza ou cansaço por um dia cheio é normal, mas no momento que esses incômodos são mais frequentes e começam a atrapalhar a sua vida e suas relações, você deve ficar atento e procurar ajuda de um profissional.

 

Algumas formas de autocuidado

  • Ser compreensivo com seus sentimentos e trajetória;
  • Compreender e impor seus limites;
  • Fazer exercício físico, manter uma boa alimentação e dormir bem;
  • Evitar o excesso de álcool ou uso de drogas;
  • Contar com a ajuda de amigos e familiares caso se sinta mais desmotivado.

 

Essas são atitudes de cuidados básicos que podem ser adaptáveis de acordo com a sua rotina, pois pequenas mudanças já podem melhorar o seu dia.  

 

Fontes: https://brasilescola.uol.com.br/saude/setembro-amarelo.htm 

https://ibdfam.org.br/index.php/noticias/7712/Setembro+Amarelo+lembra+a+import%C3%A2ncia+do+cuidado+com+a+sa%C3%BAde+mental+em+meio+%C3%A0+pandemia 

https://goedert.com.br/setembro-amarelo-a-importancia-da-saude-mental/  

Empresas buscam cada vez mais especialistas em seguros, saiba mais!

A pandemia provocou uma mudança nas contratações do setor de seguros, que envolve executivos de diversos níveis hierárquicos. Os dados são do PageGroup e mostram aumento em 40% na busca por especialistas até maio de 2021, em comparação com o ano anterior. A pesquisa ainda revelou que os cargos mais buscados são de gerente comercial, gerente de relacionamento e especialista/coordenador de sinistro.

 

A partir da chegada da pandemia, empresas decidiram rever suas apólices e passaram a focar mais na área de saúde e bem-estar e na gestão de programas em prol da qualidade de vida e da saúde mental. Além disso, há uma preocupação maior com o gerenciamento de riscos, levando a alterações em seus contratos nas modalidades patrimoniais, de garantia ou de responsabilidade, levando ao aumento na contratação.

 

A demanda ocorre em corretoras, seguradoras, insurtechs e companhias de diferentes segmentos. Houve ainda mais investimentos em treinamentos, buscando mais agilidade, simplicidade e robustez em todos os processos.

 

Para ser bem sucedido na área, o profissional deve entender bem do negócio, ter agilidade para aprender e desejo de transformar e inovar na carreira. Eles devem também conhecer temas variados como experiência do cliente, mudanças climáticas e o futuro das relações humanas. Além disso, as organizações estão buscando tornar as suas equipes mais inclusivas.

Fontes: https://www.revistaapolice.com.br/2021/07/busca-por-especialistas-em-seguros-cresce-durante-a-pandemia/
https://www.segs.com.br/seguros/297804-pandemia-provoca-alta-onda-de-contratacoes-de-especialistas-em-seguros 

 

Plano de saúde: Como funciona a carência?

Apesar de ser algo comum, a carência nos planos de saúde ainda causa dúvidas em muitos usuários. É recomendado verificar o que o contrato explica sobre cada modalidade, mas, antes de escolher a cobertura ideal para você, entenda como a carência funciona!

 

A carência é o tempo que você deve esperar para utilizar seu plano em determinados procedimentos. Os prazos são regulamentados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), havendo ainda a possibilidade de contratar planos sem carência.

 

A partir do momento do contrato, esses são os períodos que você deve aguardar de acordo com cada tipo de procedimento:

 

  • 24 horas: para casos de urgência ou emergência, acidentes pessoais, complicações na gestação, lesões graves e casos em que há risco de vida.
  • 180 dias: Nas demais situações, exceto parto ou doenças preexistentes, como exames de imagem ou cirurgias.
  • 300 dias: Para a realização de partos a partir da 38ª semana. No entanto, em caso de parto prematuro ou que se enquadre em urgência, pode ser feito em 180 dias.
  • 24 meses: Nos casos em que há doença ou lesão preexistente no momento da contratação. Para isso, o beneficiário passa por perícia no momento da contratação.

 

Vale lembrar que cada período é o máximo que a operadora pode exigir, não sendo permitido que o usuário espere mais do que isso. Existem planos que podem exigir um tempo menor do que o previsto, o que você poderá conferir na apólice. 

 

Há ainda a possibilidade de pagar agravo, ou seja, um valor adicional desde o começo do contrato para ter direito aos atendimentos sem aguardar pelos 24 meses em casos de doença ou lesão preexistente. Essa opção passou a ser obrigatória em 1999. Mas é necessário ficar atento, pois essa alternativa não está disponível para planos com mais de 50 participantes!

 

Não há período de carência em casos de planos de saúde empresariais para 30 pessoas, mas se você tem uma pequena ou média empresa, fique atento aos prazos de cada procedimento.

 

Não deixe de verificar todas as regras no momento da contratação!

 

Fontes: http://www.ans.gov.br/planos-de-saude-e-operadoras/espaco-do-consumidor/48-planos-de-saude-e-operadoras/espaco-do-consumidor/perguntas-frequentes/755-quanto-tempo-e-preciso-aguardar-ate-poder-ser-atendido-ao-contratar-um-plano-de-saude

https://idec.org.br/consultas/dicas-e-direitos/pagamento-de-agravo-o-que-diz-a-lei

Seguro de Vida e Seguro de Acidentes Pessoais são a mesma coisa?

Apesar de terem finalidades parecidas, o Seguro de Vida e o Seguro de Acidentes Pessoais são modalidades diferentes! O que mais causa confusão nos usuários é o fato de ambos cobrirem casos de falecimento, mas existem importantes diferenças.

 

A primeira delas está na forma que ocorre a cobertura por óbito: no Seguro de Vida, o valor da apólice será recebido pelos beneficiários independente da causa, seja ela natural ou acidental. Enquanto isso, no Seguro de Acidentes Pessoais, os dependentes recebem o valor apenas em casos de morte ou invalidez permanente, total ou parcial, em casos de acidente. Isso significa que o seguro de vida tem maior cobertura, o que também implica no seu custo.

 

Embora a cobertura básica do Seguro de Vida cubra apenas casos de óbito, suas coberturas adicionais podem incluir o reembolso referente a despesas médico-hospitalares e odontológicas causadas por acidentes. Nesses casos, o valor da apólice é liberado para permitir mais conforto para a vida do titular, podendo ou não ser usado para essas despesas. Já o Seguro de Acidentes Pessoais garante o tratamento médico, se necessário, mas não permite usar o valor para outros fins

 

O Seguro de Acidentes Pessoais permite contratar os seguintes adicionais:

 

 

  • Diária por Incapacidade Temporária (DIT)
  • Invalidez permanente total ou parcial por acidente
  • Despesas médico-hospitalares e odontológicas
  • Assistência funeral individual ou familiar

 

 

Já as coberturas adicionais do Seguro de Vida são:

 

 

  • Diária por Incapacidade Temporária (DIT)
  • Indenização Especial por morte Acidental (IEA)
  • Invalidez total ou parcial Por Acidente (IPA)
  • Invalidez Por Doença Funcional (IPD-F)
  • Despesas Médicas, Hospitalares e Odontológicas (DMHO)
  • Doenças Graves (DG)
  • Morte de Cônjuge / Filhos
  • Assistência Funeral Individual / Familiar

 

 

O Seguro de Vida pode incluir até mesmo despesas de herança ou quitação de dívidas da família, dependendo da cobertura escolhida.

 

Agora que você já sabe a diferença entre as modalidades, entre em contato com a Global Opsi para conhecer outras vantagens de cada um e garantir mais tranquilidade e conforto para sua família!

 

Fontes: https://www.meuportoseguro.com.br/minha-vida/seguranca-vida/seguro-de-vida-x-acidentes-pessoais-entenda-a-diferenca/

Planos de saúde deverão seguir percentual negativo nos reajustes, confira!

A Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) acaba de definir o percentual máximo de reajuste para planos de saúde individuais, cujo índice será de -8,19%. A medida vale para o período entre maio de 2021 e abril de 2022 e acontece após a queda das despesas assistenciais no setor em 2020, graças à pandemia de Covid-19. 

 

Isso significa uma redução na mensalidade, válida para todas as operadoras, a ser aplicada a partir da data de aniversário do contrato. O resultado negativo, de acordo com a ANS, ocorreu pela redução no uso de serviços na saúde suplementar. Com as medidas para diminuir a transmissão do vírus, menos usuários buscaram atendimentos que não fossem urgentes, como consultas, exames e internações, culminando em uma queda significativa se comparados com os anos anteriores.

 

Com a definição, a agência assegura que a relação contratual permanece seguindo as regras. O cálculo tem base na combinação entre a variação das despesas assistenciais com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e é válido para os planos individuais ou familiares médico-hospitalares regulamentados. Isso abrange 17% dos beneficiários, cerca de 8 milhões de usuários.

 

Fique atento aos seus boletos de pagamento para conferir se o percentual está sendo aplicado corretamente e na data estipulada! Lembre-se que as parcelas relativas ao período de setembro a dezembro de 2020 permanecem com os valores normais.

 

Se você deseja contratar um novo plano de saúde e quer entender tudo sobre reajustes, entre em contato com os especialistas da Global Opsi!

Fonte: https://www.gov.br/ans/pt-br/assuntos/noticias/beneficiario/ans-define-percentual-negativo-de-reajuste-para-planos-de-saude-individuais