DRONES E O MERCADO SEGURADOR
O uso comercial de drones – veículos aéreos não tripulados – foi regulamentado e aprovado no Brasil pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).Um dis pontos mais importantes da regulamentação é a exigência de autorização prévia para pilotar drones sobre pessoas. Sem essa autorização, será preciso respeitar uma distância de 30 metros.

Antes da regulamentação, o uso de drones já era permitido para atividades recreativas e competições. Entretanto, há muitas empresas com atividades ligadas a drones no Brasil, atuando desde a fabricação e manutenção do equipamento até a prestação de serviços, treinamento, tecnologia, seguros, entre outros.

 SEGURO DE DRONE

De olho nesse mercado, o GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE conta com o seguro de responsabilidade civil (RC) para drones, com cobertura similar à de aeronaves. A diferença é que, como um drone não leva passageiros e tripulantes, a principal cobertura é o dano causado a terceiros no solo. Outro produto com foco nesse segmento é o seguro para danos ao equipamento.
Com a aprovação das regras para o uso de drones, o seguro de RC se tornou obrigatório.
Entre os serviços prestados pelas empresas de drones, há o mapeamento de plantações e florestas; inspeção e monitoramento de obras; cobertura de eventos, jornalísticas; e captura de imagens para filmes, novelas e publicidade.
As atividades com grande potencial de crescimento são as ligadas ao setor de seguros patrimoniais, segurança privada e serviços de emergência.
Os drones são muito utilizados para a área de entretenimento. O número vem se multiplicando, mas muitos não possuem noção de captação de imagens, desconhecem os riscos envolvidos e a forma segura de operar o equipamento. Atualmente, a empresa que contrata o serviço de um drone é corresponsável por qualquer coisa que acontecer durante a utilização. Com o seguro de responsabilidade civil há mais segurança para trabalhar.

O mercado segurador nacional disponibiliza seguro para drones. A exigência é que o Drone esteja homologado e tenha autorização da ANAC para operar.
Para uma cotação do seguro para drones, são necessárias as seguintes informações:

  • Modelo & ano do drone
  • Valor de cobertura requerido
  • Uso do equipamento
  • Autorização da ANAC para operação
  • Quem irá operar, se tem experiência/treinamento (breve descritivo)
  • Nota Fiscal / Cupom / Invoice – comprovante do valor (obrigatório no fechamento)

Seguro Casco para Drones

Coberturas:
Danos Materiais decorrentes de Acidentes
Roubo (Mediante vestígios comprováveis da ocorrência. O simples desaparecimento do equipamento não garante cobertura)

Principais riscos excluídos no seguro para Drones:
1 – Danos causados propositalmente pelo segurado:
2 – Ocorrências fora dos níveis e ou locais autorizados e ou sem respeitar as distâncias mínimas de terceiros requeridas pelas agências reguladoras
3 – Ocorrência com operador não declarado na apólice e menor de 18 anos
4 – Desaparecimento inexplicável, qualquer modalidade de furto
5 – Uso, desgaste ou depreciação, quebra mecânica, elétrica, softwares, defeito de fabricação
6 – Equipamentos acoplados ao drone que não estejam contratados junto ao seguro
7 – Operação de Aeromodelos definidos pela ANAC

Observações importantes no seguro para Drones:  
1 – Caso contrate o seguro a cobertura está estritamente condicionada ao cumprimento integral por parte do segurado, das regulamentações aplicáveis em vigor (Anatel / Anac / DECEA).

2 – Para contratação do seguro o Drone deverá estar devidamente registrado junto a ANAC

3 – Em caso de venda, a cobertura não é automática ao novo dono, deve ser feito uma comunicação para seguradora para análise é possível emissão de endosso na apólice.

4 – Tabela de depreciação / Idade do equipamento
de 0 a 13 meses    – Não há redução

de 13 meses e 1 dia a 24 meses –  10%  de dedução do valor de compra

de 24 meses e 1 dia a 36 meses – 20% de dedução do valor de compra

A partir de 36 meses e 1 dia – 30% de dedução do valor de compra

5 – Em caso de sinistro a seguradora tem a opção de repor o Drone por outro equipamento ou autorizar o conserto ou reparo.

6 – Em caso de sinistro o segurado deve comunicar a seguradora imediatamente, registrar ocorrência junto as autorizadas se for o caso e não iniciar o reparo sem autorização da seguradora.

7 – Seguro só pode ser contratado para Drones de uso comercial registrado na ANAC.  Não pode ser contratado para uso recreativo.
Seguro Reta para Drones
Seguro obrigatório de Responsabilidade Civil para Drones (Reta)
Coberturas: Danos a Terceiros Terceiros No Solo: Pessoas e Bens no Solo
O valor a pagar do seguro (Prêmio) depende do Tipo e utilização do Drone

Importante:Cobertura destinada exclusivamente a terceiros que não tenham nenhuma relação com o segurado

Principais exclusões no seguro no seguro de responsabilidade civil para Drones:
1 – Operação fora dos padrões definidos pela regulamentação
2 – Ocorrências fora dos níveis e ou locais autorizados e ou sem respeitar as distâncias mínimas de terceiros requeridas pelas agências reguladoras
3 – Ocorrência com operador não declarado na apólice e menor de 18 anos
4 – Lucros cessantes e ou perdas emergentes de qualquer natureza
5 – Uso, desgaste ou depreciação, quebra mecânica, elétrica, softwares, defeito de fabricação
6 – Equipamentos acoplados ao drone que não estejam contratados junto ao seguro
7 – Operação de Aeromodelos definidos pela ANAC
8 – Seguro obrigatório para Drones com peso superior a 250g.


Informações importantes sobre o Drones

Tipos de Drones:

  • ASA FIXA
  • QUADRICÓPTEROS
  • HEXACÓPTEROS
  • VTOL
  • EASE
  • UGAV
  • Palm
  • FPV

Tamanhos

  • Micros – Até 2kg
  • Mini – Até 7Kg
  • Pequeno
  • Até 25Kg
  • Médio – Até 150 Kg
  • Grande – Mais de 150 Kg

Divisão por aplicação

  • Reconhecimento
  • Combate
  • Logística
  • Pesquisa e desenvolvimento
  • Civis
  • Comerciais
  • Filmagem

Asas: Fixas    (Utilizadas no apoio a agricultura de precisão) e Giratórias (Multirotores)

Mais informações sobre Drones:
Principais tipos de drones, as melhores marcas e modelos do mercado, cursos e como comprar.

O que é um Drone e qual sua Origem?

Podemos seguramente dizer que os Drones tem sua origem diretamente ligada ao aeromodelismo. Isso porque a origem da palavra Drone veio de um aeromodelo que em 1941 foi adquirido e adaptado pela marinha americana para realizar tarefas militares, esse aeromodelo foi chamado de “TDD-1 – Target DroneDenny 1″, que era usado como um alvo móvel para testes, sendo essa a primeira utilização do termo drone em um aeromodelo militar.
A partir de então a palavra drone passou a ser utilizada para designar Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT), que em sua origem eram exclusivamente utilizados para fins militares.
Ou seja, um drone nada mais é do que uma mini aeronave que é controlada através de um controle remoto, normalmente via rádio, que na prática é a mesma definição de um aeromodelo.
Atualmente o termo “drone” é utilizado muito mais para os quadricópteros, helicópteros e etc, que na verdade não têm o formato de um avião. No entanto, também é usado para definir os aviões não tripulados para fins militares.

Utilidades do Drone

O drone deixou de ser uma tecnologia usada exclusivamente para fins militares e, com a sua popularização, tem ganhado inúmeras utilizações do dia a dia.

Filmagens e Fotografias

Drones com câmeras tem sido muito utilizados para filmagens e fotografias aéreas, tanto para eventos e festas como para fins jornalísticos em coberturas de eventos esportivos, manifestações e etc. Ele permite registrar pontos de vista nunca antes explorados e por isso tem sido usados como diferencial por esses profissionais e empresas especializadas.

Entregas

Cada vez mais o uso de drones para entregas de produtos tem sido testado por grandes empresas, visando uma alternativa para realizar entregas de maneira mais rápida e econômica. Esse tipo de utilização já foi testado por grandes empresas como a Amazon e até mesmo a pizzaria Dominos.
Esse tipo de uso ainda precisa evoluir muito pois tem esbarrado principalmente no ponto da segurança e confirmação da entrega, mas parece ser uma questão de tempo.

Acesso a áreas de Risco

Outra utilização interessante é o uso do drone para apoio em áereas de risco, como desastres, incêndios e etc. Como exemplo podemos citar a área do acidente de Fukushima, em que Drones tem sido sido utilizados para acessar e coletar informações das áreas mais radioativas do acidente.

Uso Militar

Estes aparelhos continuam sendo utilizados para fazer reconhecimento de território e até para ataques militares em áreas de guerra declarada e contra o terrorismo. Além disso tem sido utilizado pelas polícias de grandes cidades para os fins de monitoração e localização, como exemplo podemos citar o uso dos drones nas operações nas favelas do Rio de Janeiro.

Entretenimento

Nos últimos anos, o uso de drones apenas para diversão cresceu muito. Isso porque surgiram no mercado diversos modelos com tamanhos e preços menos e em muitos casos bem acessíveis.
Além disso, os drones com câmeras também tem sido bastante procurados para registro de viagens, pelas imagens espetaculares que podem registrar.

Tipos de Drones

É possível encontrar no mercado diversos tipos de drones à venda, para as mais diferentes finalidades, seja para o uso profissional, seja para diversão. Vamos citar os mais conhecidos.

Quadricópteros – Esse é o modelo que possui 4 hélices é certamente o mais conhecido e utilizado pelo público em geral. Pode ser encontrando em uma enorme variedade de modelos, tamanhos e preços mas o mais popular é o Phantom da empresa DJI, que já inclui inclusive uma câmera acoplada.

Além do Phantom, há muitas outras opções de quadricópteros, até bem mais baratos que podem ser facilmente importados.

Hexa e Octocópteros – Possuindo respectivamente 6 e 8 hélices, esses modelos são mais utilizados para fins profissionais. São equipamentos mais robustos, com maior estabilidade, capacidade de carga e até redundância de motores.

Asa Fixa – Os drones de asa fixa tem mais um formato de um avião, como um aeromodelo, e são utilizados com finalidades mais específicas como monitoração e medição de grandes áreas, normalmente contando com câmeras, sensores térmicos e infravermelhos. Seu custo é bem elevado.

Mini Drones – Existem drones bem pequenos, até no tamanho de um chaveiro, que são usados exclusivamente como um hobby e diversão. Esses modelos poder ser mais baratos.

Melhores Marcas e Modelos de Drones
Quando se fala em drones, a principal referência é sempre o DJI Phantom.
DJI é uma empresa chinesa que se tornou referência no assunto principalmente devido aos seus modelos Phantom. No entanto, há diversas outras empresas no mercado sendo as principais a 3D Robotics (3DR), a Parrot e a Yunne. Além disso, outras empresas correm por fora com modelos de menor porte e preços mais baratos como a Syma, Multilaser e outras.

DJI Phantom 3 e 4 – O DJI Phantom 3 tornou-se referência e reconhecido como melhor drone do mercado, muito usado para fins profissionais mas também é comum o uso apenas para diversão, porém um custo mais alto.

O Phantom 3 possui 4 versões: Standard, Professional, Advanced e 4K. Podemos dizer que a melhor versão é a Professional, que possui navegação via GPS e Satélite, Waypoints, câmera com gravação de vídeo 4K, 25 minutos autonomia de voo, alcance de 5Km e diversas outras funcionalidades. Já a Phantom 3 Standard é mais barata, sem as funcionalidades mais avançadas dos outros modelos, com uma câmera excelente mas que não grava em 4K e um alcance reduzido a 1Km, mas ainda é um drone Top de linha.
Os preços do modelo “DJI Phantom” podem ser pesquisados nos sites da GeekBuing e BangGood.
Mais recentemente foi lançado o DJI Phantom 4 5 6 7 8 9, uma evolução do Phantom 3 Professional, com recursos mais avançados, um pouco mais de autonomia de voo, e diversas outras características. O Phantom 4 é mais recomendado para uso profissional. Outros modelos mais avançados da DJI são o Inspire e Mavic, também de alto custo e mais recomendado para uso profissional.

3DR Solo – Smart Drone – A 3D Robotics é uma das principais concorrentes da DJI no mercado, e o modelo 3DR Solo veio para rivalizar com o Phantom 3.

O principal diferencial é que o drone vem equipamento com uma câmera GoPro e tem seu foco no processamento inteligente que é utilizado para evitar colisões, função de follow e diversas outras funcionalidades avançadas.

AR Drone 2.0 – Outro concorrente do Phantom é o AR Drone produzido pela Parrot. Ele possui 2 modelos, Elite e Power Edition. Os modelos AR Drone Parrot são  um pouco mais simples, não possui todos os recursos dos drones da DJI e da 3DR, mas ainda é uma ótima escolha, custando um pouco menos, sendo muito indicado para uso doméstico e simpes diversão.

Outros Modelos – Yuneec Q500 4K, Syma X5C, Sky Laser – Multilaser, H-18 Intruder

Curso de Drones

Muitas pessoas acabam comprando drones errados ou quebrando o seu drone logo nos primeiros voo, o que nos casos dos drones mais profissionais como os da linha Phantom, pode causar um grande prejuízo.
Além disso, um drone não pode ser visto apenas como um brinquedo, o mau uso pode até machucar alguém, e além disso há regras da ANAC, ANATEL e DECEA (Força Aérea) que devem ser respeitadas.
Principalmente nas grandes cidades existem cursos específicos para manuseio dos drones que são altamente recomendados.
Outra opção são os cursos online, através de vídeo aulas gravadas, que são normalmente bem mais baratos, e acessíveis para qualquer pessoa com uma conexão à Internet.
Disciplina do Curso para Piloto de Drones:

  • Como operar seu drone com segurança
  • Os 10 erros mais comuns dos pilotos de drones
  • Os componentes básicos dos drones
  • Como cuidar bem da bateria
  • Os melhores acessórios para os drones
  • A regulamentação da ANAC, ANATEL e DECEA (Força Aérea)
  • Parte prática com simulador e aplicativos
  • Demonstrações práticas de uso e manobras com drones