Dores nos dentes e ansiedade? Pode ser bruxismo!

Dores nos dentes e nas mandíbulas podem significar vários problemas, dependendo da situação e do organismo de cada. Uma das possibilidade é o bruxismo, uma desordem funcional que se caracteriza pelo ranger ou apertar dos dentes durante o sono. Essa pressão pode provocar desgaste e amolecimento dentário. Nos casos mais graves, podem ocorrer também problemas ósseos, na gengiva e na articulação da mandíbula (ATM). 

As causas podem estar ligadas a fatores genéticos, a situações de estresse, tensão, ansiedade, apneia do sono ou a problemas físicos de oclusão ou fechamento inadequado da boca, por exemplo. Sabe-se que esse incômodo atinge 15% das crianças e afeta indistintamente homens e mulheres. A incidência tende a diminuir conforme a idade avança mas não é exatamente um padrão. 

O diagnóstico do bruxismo é clínico. Para identificar o problema, é possível contar com a ajuda de pessoas que convivam com o paciente, para verificar se o ranger dos dentes acontece durante o sono. A própria pessoa também pode notar os sinais, como acordar com dor ou, em casos já bastante avançado, perceber desgastes nos dentes. Mas somente um especialista poderá dar o parecer definitivo. Quando isso acontecer, o profissional observará essa característica física dentária, fratura de restauração ou de dente, língua marcada pelos dentes e/ou linha branca na parte interna da bochecha.

O controle do bruxismo depende do grau de seriedade e deve ser feito em conjunto entre dentistas, médicos e psicólogos. Entre as formas de tratamento, é comum a indicação de uso de placas estabilizadoras, medicamentos, acupuntura. Sempre procure por profissionais para obter o diagnóstico correto e para colocar o tratamento ideal em prática!

Confira mais informações no blog oficial do Ministério da Saúde e cuide-se!