Mesmo após a pandemia, setor de seguros mantém bons resultados

De janeiro a julho deste ano, o crescimento do setor de seguros chegou a R$ 19,8%. Esses dados do primeiro semestre têm mostrado uma recuperação firme no ramo. 

Nesse período, foram arrecadados um valor de R$ 145,1 bilhões, chegando a ultrapassar o segundo semestre no ano de 2019, no qual se obteve valores de R$ 144,7 bilhões antes da pandemia. 

Alguns setores se mantiveram em destaque, entre eles os segmentos de cobertura de pessoas, que inclui vida e previdência, seu crescimento foi 23,7%, seguido pelos segmentos de danos e responsabilidades (15,4%) e títulos de capitalização (8,4).  Confira a tabela abaixo com outros segmentos que alcançaram ótimos resultados. 

 

Dados de Janeiro a Junho de 2021. 

Segmento Patrimonial 20,7%
Seguro Residencial 19,1%
Seguro Habitacional  12,5%
Seguro Rural +37,9%
Seguro de Responsabilidade Civil 37,4%
Seguros de Transporte  34,1%

fonte dos dados: CNseg

 

Desafios e Expectativas 

 

Em comparação ao ano de 2019, que se encerrou com o valor de 13,1%,  o que se espera do ano de 2021 é que esses resultados continuem a crescer ou estacione. Apesar dessa hipótese, a expectativa é que o ano seja fechado com o crescimento de 12,5%.

Em entrevista à Agência Brasil, Marcio Coriolano, presidente da CNSeg, acredita que em decorrência dos últimos três meses apresentarem taxas anualizadas chegando a quase dois dígitos ou até mesmo superando-o, a tendência é de aumento. E mesmo trazendo consequências significativas para a população que está comprando mais seguros do que qualquer outro serviços, o desempenho de 2021 ainda vai depender de muitos outros fatores como a vacinação de todos os habitantes, do comportamento da inflação, que já acumula alta de 8,4% em 12 meses, e do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país).

Com o segmento de danos e responsabilidade em destaque, a espera é que o mesmo continue liderando, com relevância no seguro rural, residencial e voltado para empresas. Em relação aos seguros para pessoas, reforçamos a atenção para os seguros VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) e PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), nos quais seriam seguro de pessoa e seguro de previdência.

Acredita-se que, com o aumento da taxa de juros básica Selic, seja possível ter uma competição adicional a esses seguros. Aos títulos de capitalização, avaliasse que haja uma recuperação, porém seus resultados possivelmente não cheguem a alcançar níveis iguais aos de outros anos, em questão de competição de outros ativos. Isso irá depender muito da vontade do consumidor.

 

Fonte: https://cnseg.org.br/noticias/setor-de-seguros-mantem-recuperacao-consistente-no-semestre.html

Setembro Amarelo e a importância de cuidar da saúde mental

Atualmente, setembro ficou conhecido como setembro amarelo, pois o dia 10/09 é o Dia Mundial de Prevenção Contra o Suicídio. Durante todo o mês, grandes instituições, profissionais e meios de comunicação dedicam-se a levar informações e conscientização à população através de diversas campanhas. Neste ano, após o início da pandemia do covid19, essas ações ganharam mais reforços. 

 

Comunicar sobre como cuidar da sua saúde mental para pessoas que não necessariamente são diagnosticadas com algum tipo de transtorno psíquico também é fundamental. As consequências da pandemia e o isolamento social têm causado momentos suscetíveis para que as pessoas se sintam mais ansiosas e estressadas em decorrência das mudanças drásticas na rotina.  

 

Quando entendemos que cuidar da nossa mente é também cuidar do nosso corpo, é muito importante adquirir práticas diárias para poder evitar sensações de cansaço mental, desânimo e indisposição e prevenir que essas emoções se tornem mais graves e intensas. Ressaltamos que sentir tristeza ou cansaço por um dia cheio é normal, mas no momento que esses incômodos são mais frequentes e começam a atrapalhar a sua vida e suas relações, você deve ficar atento e procurar ajuda de um profissional.

 

Algumas formas de autocuidado

  • Ser compreensivo com seus sentimentos e trajetória;
  • Compreender e impor seus limites;
  • Fazer exercício físico, manter uma boa alimentação e dormir bem;
  • Evitar o excesso de álcool ou uso de drogas;
  • Contar com a ajuda de amigos e familiares caso se sinta mais desmotivado.

 

Essas são atitudes de cuidados básicos que podem ser adaptáveis de acordo com a sua rotina, pois pequenas mudanças já podem melhorar o seu dia.  

 

Fontes: https://brasilescola.uol.com.br/saude/setembro-amarelo.htm 

https://ibdfam.org.br/index.php/noticias/7712/Setembro+Amarelo+lembra+a+import%C3%A2ncia+do+cuidado+com+a+sa%C3%BAde+mental+em+meio+%C3%A0+pandemia 

https://goedert.com.br/setembro-amarelo-a-importancia-da-saude-mental/